IGOR

VIDOR

Igor Vidor
Nascido em São Paulo, Brasil (1985), vive e trabalha no Rio de Janeiro

2012
Pre-sessional Master Degree – University of Arts London

2006/2010
Bacharelado em Artes Visuais/Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Em minha produção, os primeiros estágios de alguns trabalhos normalmente acontecem fora de um invólucro, de um modo que não prioriza formatos específicos, mas busca durante o processo encontrar uma ou mais mídias para dar forma aos trabalhos.
Inevitavelmente o gosto pelo vídeo e a fotografa foram ganhando corpo, me levando a explorá-los não só como recurso documental mas em sua densidade artística. Após uma breve carreira como atleta profissional, eu passei os últimos anos impulsionado por experiências sobre os estudos do corpo e do esporte. Venho desenvolvendo uma série de obras centradas na ideia de um corpo-atleta-artista como um meio de se investigar a relação entre o corpo e ambiente natural, seus aspectos sociais e simbólicos. De alguma maneira sempre me pareceu mais interessante criar certos ruídos, introduzindo meu corpo ou de um outro como referencial em um contexto específico, me permitindo pensar nesses lugares ou situações como contraponto a minha própria medida. Posso citar trabalhos como Corra como se o Sol pudesse alcançar você, Conter, Sem Título (queda) e Sem Título(fluxo), ou ainda trabalhos mais experimentais como Expedição Piracicaba, Mais um dia em Belém, Surf Residence Programme e Dois por dois. BA em artes visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Destacam-se as exposições individuais O Sublime como uma possibilidade diante da morte, e também mostras coletivas como Tatu: Soccer, Adversidade e a Cultura da Caatinga e Deslize ambas no Museu de Arte do Rio.

Expos Individuais

2018
Heróis Nunca Celebram Vilões – Heróis Apenas Celebram vilões, Galeria Leme, São Paulo, Brasil [Brazil]



2011
Expedição Piracicaba , Pinacoteca Miguel Dutra, Piracicaba São Paulo – Brasil – Cabeça Nuvem (Guilherme Teixeira e Igor Vidor)

O sublime como possibilidade diante da morte – Ateliê Aberto, Campinas – São Paulo – Brasil – curadoria Samantha Moreira e Maíra Endo



Expos Coletivas

2017
Dove Audio Video Festival - Sewoon Arcade - Seoul - curadoria de YangWoo Kim

Montage is a Heart Beat - Deep in the Mountains International Residency - Seoul - curadoria de Sujung Kim

Attention! Promised Place, Contesting Common Grounds - FLUCA Austrian Cultural Pavilion - Plovdiv - curadoria de Ursula Maria Probst

São Paulo não é uma cidade – invenções do centro - Sesc 24 de Maio - São Paulo - curadoria de Paulo Herknhoff, Leno Veras

Modos de ver o Brasil: Itaú Cultural 30 anos - Oca São Paulo - São Paulo - curadoria de Paulo Herkenhoff, Leno Veras, Tais Rivitti

Quando o Mar virou Rio - Museu Histório Nacional - Rio de Janeiro - curadoria de Diogo Rezende

2016
No Man’s Land - National Museum of Modern and Contemporary Art Korea - MMCA - Residence Changing

Young Artists Project 16 - Daegu Art Square - Daegu - South Korea - curadoria de Haekyung Kim


A cor do Brasil - Museu de Arte do Rio - MAR - Rio de Janeiro - curadoria de Paulo Herkenhoff and Marcelo Campos

Jogos do Sul – Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica - Rio de Janeiro - curadoria de Afons Hug e Paula Borghi


My Body is a Cage - Luciana Caravello Arte Contemporânea - Rio de Janeiro - curadoria de Raphael Fonseca


 Linguagens do corpo carioca [a vertigem do Rio] - Museu de Arte do Rio - MAR - Rio de Janeiro - curadoria de Paulo Herkenhoff


 BEM VINDOS! - Luciana Caravello Arte Contemporânea - Rio de Janeiro


 Permanências e Destruições - Torre H - Rio de Janeiro - curadoria de João Paulo Quintella

I Mostra Imagem em Movimento - Casa França-Brasil - Rio de Janeiro - curadoria de Lisette Lagnado



2015
Vagalumes - Rio de Janeiro - curadoria de Michelle Sommer / Daniel Steegmann



A Mão Negativa - EAV Parque Lage - curadoria de Bernardo José de Souza


Abre Alas – Galeria A Gentil Carioca - curadoria de Michelle Sommer / Daniel Steegmann


O tempo da duração – organização de Romain Dumesnil / Manoela Medeiros



Morro - Rio de Janeiro - curadoria de Ulisses Carrilho


 2014
Frestas - Trienal de Artes - SESC Sorocaba – curadoria de Josué Mattos



Tatu: Futebol Adversidade e Cultura da Caatinga - Museu de Arte do Rio - MAR - Rio de Janeiro - Brasil - curadoria de Paulo Herkenhoff


Arte Praia 3a edição - Casa da Ribeira - Natal - Brazil - curadoria de Gustavo Wanderley


Deslize Surf e Skate - Museu de Arte do Rio - MAR - Brazil - curadoria de Raphael Fonseca



2012
Convergência Natural – CCSP- São Paulo – Brasil – curadoria Flavia Vivacqua

Atuações – Paço das Artes – São Paulo – Brasil – curadoria Paula Borghi

Daquilo que me Habita – CCBB – Brasilia – DF- Brasil – curadoria Samantha Moreira /Maíra Endo

2011
Unfreeze – 15o Cultura Inglesa Festival – São Paulo – Brasil

Projeto Artéria , SESC Campinas – Campinas – Brasil curadoria Samantha Moreira / Maíra Endo

2010
42o SAC Piracicaba, Pinacoteca Miguel Dutra – Piracicaba – SP- Brasil

Arte Pará – Belem – PA – Brazil – curadoria Orlando Maneschy

[7-3= 4], Centro Universitário Belas Artes – São Paulo – Brasil

2009/2010
Lado B #2, Itaú Cultural – São Paulo – Brasil

2009
Centro Abierto 09; intervenciones de sítio especifico en centro histórico de Lima – Lima – Peru

2008/2009
Lado B, Itaú Cultural – São Paulo – Brasil

Prêmios e Bolsas

1o prêmio – 42o SAC Piracicaba

3o prêmio – Lado B, Itaú Cultural

Menção honrosa – Prêmio Reynaldo Roles Jr. – EAV Parque Lage – ArtRio





Residências

2017
Deep In The Mountains - Korean Art Council - PyeongChang / Seoul, Coreia do Sul

2016
National Museum of Modern and Contemporary Art of Korea - MMCA – Seoul, Coreia do Sul



2015
1a World Indignous Games - Tocantins, Brasil


 2011
Ateliê Aberto – Campinas - São Paulo, Brasil



Grants


42o SAC Piracicaba

Lado B, Itaú Cultural





Coleções

INSTITUCIONAIS
MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil

Itaú Cultural, São Paulo, Brasil





Publicações

2016
ArtReview Magazine December - The body in the city – Brazil, por Silas Martí

Revista Select – Artist as Athlete, por Paula Alzugaray



2015
Catálogo Abre Alas 11

2012
Maré_Dossiê#2 – Ateliê 397 – Text: PlayTime

Editorial Catálogo de exposição Arte a 1a Vista – SESC São Carlos



2010
Catálogo Arte Pará 2010 – Texto: Corpo Político Inventivo Marginal

Catálogo 42oSAC Piracicaba – Surf Residence Programme